quarta-feira, 4 de fevereiro de 2009

A PRAIA QUE EU QUERO



Na sexta-feira aconteceu algo nesta cidade que me fez ficar feliz. Fui a um show de qualidade no Cine-Teatro da Praia. Foi uma sensação incrível ver o nosso Cine-Teatro a desempenhar a sua real função, de espaço de promoção cultural e não unicamente, um espaço de projecção de filmes.

Como não me canso de dizer, EU AMO a minha Praia. Sou BADIA DI PRAIA com muito orgulho. Tenho orgulho de ser badia e quando o digo o meu coração bate mais forte.

Dói-me quando falo dos dias áureos desta cidade ao pessoal mais novo e eles duvidam.

A Praia já foi uma cidade limpa, organizada, de gente civilizada, onde podíamos andar tranquilamente pelas ruas, as crianças brincavam na rua até atrde, a praça a partir das 18:00horas era o point da galera, a esplanada sempre lotada de gente, e as casa tinham uma cordinha amarrada à fechadura e era só puxar e entrar.

À noite, era comum vermos os moradores da cidade sentados à porta a conversarem, outros a passearem e a contemplar as montar da D. Celina, Galerias, Casa do Leão, Casa Feba…
Aos domingos, ir brincar ao Parque 5 de Julho era um programa delicioso.
Nos dias que correm é uma pena ver no que se transformou este parque que em outros tempos fazia a festa das nossas crianças. Um parque que com o potencial que tem, transformou-se no lar doce lar dos maiores bandidos desta cidade, que aí vivem protegidos por muros que escondem verdadeiros horrores.

Suplico aos nossos governante que dêm um basta nesta desordem e que voltem a por esta cidade nos trilhos. Quero de volta a minha cidade.
Quero os passeios limpos, com plantas, quero a praças bem iluminadas, quero que as construções autorizadas no plateau tenham obrigatoriamente de seguir uma linha arquitectónica definida pela Câmara, quero que casas antigas se transforme em espaços de lazer, quero que as pessoas se sintam seguras nas nossas ruas, quero que se decida o destino da rua do mercado, quero que os espaços públicos recuperados sejam devolvidos aos cidadãos desta cidade. Quero que se realizem actividades culturais de elevada qualidade nos espaços públicos municipais, que se realizem exposições, que se promovam novos formas e formatos de eventos. Para sermos urbanos temos de mudar a nossa visão de cidade.

A Câmara Municipal têm um importante papel na formação dos cidadãos, na formação da sua atitude perante a sua cidade e na criação de uma consciência de responsabilidade colectiva em relação a ela. É preciso questionar e criticar certos actos de descaso e impunidade mas também é importantente reconhecer quendo o trabalho é feito.

Que se faça valer o código de postura municipal!!!!

1 comentário:

Amilcar Aristides - TIDI disse...

Ki legal Guida! Amei essa abordagem e é tudo que quero também para a cidade.

1ove

TIDI