domingo, 30 de março de 2008

Sr. Presidente, o Plateau, a menina dos seus olhos irá ficar sem nenhuma árvore?

Depois de muita discussão, por fim, resolveram asfaltar parte do plateau e, segundo consta, fazer um calcetamento artistico da rua do mercado, e transformá-la numa rua pietonal.
Porém, depois de tanto trabalho para tornar a capital mais bela (as opiniões divergem), as nossas ruas ficaram, praticamente, sem NEHUMA árvore. Esta tarde, verefiquei que os restos dos troncos das arvores que foram cortadas estavam a ser retirados e em seu lugar colocava-se ASFALTO!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!! Durante uns dias mantive-me esperançosa pois, acreditava, que alguém que tanto se tem preocupado com as zonas verde da capital inovasse mais uma vez e susbtituisse as velhas acácias por novas e frondosas plantas decorativas. Sabe, ultimamente é tanto verde que tenho um pequeno amigo de 6 anos, que confundiu a “ciclovia” com mais um dos famosos espaços verdes da capital!
Só queria saber se isto é temporario ou se a nossa linda cidade está condenada a ficar de “tronco nú”ou melhor “nua de troncos”!!! ??????

2 comentários:

Djamila disse...

Não só gostei do artigo como me ficou a vontade de questionar e acompanhar determinadas decisões... E parece que chegou a oportunidade!
Está em processo de audição o Plano Director Municipal - PDM- da Praia. Um dos seus princípios directores é "O direito do munícipe praiense de participar da planificação e gestão das acções de interesse público e do controle das suas execuções"

Portanto, temos diante de nós uma oportunidade de exercício de cidadania: é o momento e espaço ideal para TODOS deixarem o seu contributo!

http://www.cmpraia.cv/pdm/

As legendas são de difícil leitura mas o documento impresso está também disponível na Câmara Municipal.

A meu ver, uma estratégia possível será que fique claro, através de uma participação intensa, de que existe uma consciência pública generalizada dos compromissos plasmados no PDM, sejam eles no sentido de manter certas zonas como sendo de utilidade pública ou de serem considerados património material e imaterial da cidade da Praia.
Correndo o risco de fazer uma lista muito incompleta, não resisto a referir alguns casos.
1) Gamboa: temos de conseguir que seja transformada numa zona de lazer e não num amontoado de betão
2) Prainha: o nosso farol e zona circundante deve ser de utilidade pública
3) Quebra-Kanela: sem comentários
4) Plateau: as falésias que lhe permitem essa designação devem ser preservadas
5) Praia-Negra

Um exercício interessante será consultar o PDM tendo em mente a exposição de projectos promovida pela CMP em meados de Dezembro passado.

TEMOS QUE NOS FAZER OUVIR !!!

TIDE disse...

Guida, o grande problema é que ninguém é informado de nada. As coisas acontecem e a gente fica vendo. Agora parece que estão a recuperar o lugar das arvores, retirando os troncos, mas e daí vão plantar outras arvores enquadradas no espirito urbano. Espero bem que sim

Bali
TD